Hospital brasileiro transplanta segundo coração a um doente

Cirurgia realizada no Instituto do Coração de São Paulo

10 março 2009
  |  Partilhar:

O Instituto do Coração (InCor) de São Paulo, Brasil, realizou na semana passada um transplante heterotópico de coração a um paciente de 53 anos que sofre de diversos problemas cardíacos, passando o doente a ter o novo órgão do lado direito do peito.

 

O paciente sofre de uma miocardiopatia dilatada - que causa um aumento do músculo do coração, reduzindo a sua força para bombear o sangue - e de hipertensão pulmonar. Na sequência da intervenção, que durou 12 horas, o seu estado foi considerado estável.

 

Segundo a equipa que realizou a operação, os dois corações foram ligados por um tubo sintético de cerca de dez centímetros, implantado na artéria pulmonar, mas, com o tempo, o coração novo - pertencente a um rapaz de 26 anos que morreu num acidente de viação no interior de São Paulo - assumirá as funções dos dois.
 

Em declarações ao jornal “Folha de São Paulo”, o cirurgião cardíaco Alfredo Fiorelli, director do Programa de Transplante de Coração de Adultos do InCor, referiu que, neste caso, devido ao estado de saúde do doente, “o transplante tradicional seria contra-indicado”.

 

No entanto, acrescentou o especialista, “com este transplante, a esperança de vida varia de 40% a 50%, contra 90% no transplante tradicional.”

 

Este é o sexto transplante do género realizado no Instituto do Coração de São Paulo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.