Hospital Amato Lusitano reforça aposta na litotrícia

150 tratamentos realizados em 2010

09 março 2011
  |  Partilhar:

O Hospital Amato Lusitano (HAL) possui uma das "unidades de litotrícia mais bem equipadas e dimensionadas do país”, segundo disse à agência Lusa o presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB), Luís Correia.

 

João Fonseca, director do Serviço de Urologia do HAL, revelou que “a Unidade de Litotrícia efectuou, em 2010, cerca de 150 tratamentos e praticamente não tem lista de espera dada a baixa taxa de retratamentos”. Este facto deve-se, segundo aquele clínico “à alta qualidade do litotritor eletromagnético”.

 

A Unidade trata doentes dos distritos da Guarda, Portalegre e Castelo Branco em regime de ambulatório sem recurso a anestesia, havendo apenas lugar a ligeira analgesia. João Fonseca frisou que "os cálculos urinários são a terceira afecção mais comum do aparelho urinário e perseguem o ser humano desde os primeiros registos de civilização".

 

A ULSCB vai, entretanto, desenvolver acções junto dos médicos de medicina familiar, para os sensibilizar para o perigo de um cálculo abandonado no aparelho urinário.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 1 Comentar