Hospitais vão poder comprar pílula abortiva

INFARMED emite circular

04 julho 2007
  |  Partilhar:

 

A chamada pílula abortiva vai começar a ser comercializada em Portugal, podendo ser comprada directamente pelos hospitais a uma empresa nacional que foi autorizada pelo INFARMED a introduzir o fármaco no mercado.
 

 

Segundo uma circular do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde) distribuída quarta-feira, foi concedida à empresa MediRex Pharma uma autorização excepcional para "comercializar, exclusivamente em meio hospitalar", o medicamento Mifepristone.
 

 

De acordo com o assessor do INFARMED, esta autorização irá facilitar a aquisição do fármaco utilizado na Interrupção Voluntária da Gravidez por parte dos hospitais.
 

 

Como o fármaco não era, até aqui, comercializado no país, os hospitais que decidissem importá-lo tinham que solicitar uma autorização de utilização especial para poderem adquirir a pílula abortiva no estrangeiro. Segundo o INFARMED, cerca de 25 hospitais já tinham, até à data, pedido a autorização de utilização especial, procedimento que deixa de ser necessário. Ao abrigo do novo processo, cerca de duas dezenas de hospitais já encomendaram o fármaco.
 

 

Fontes: Lusa e INFARMED
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.