Hospitais travam compra de novos medicamentos

Medida destina-se a cumprir Orçamento do Estado

03 agosto 2006
  |  Partilhar:

Os maiores hospitais públicos do país suspenderam a entrada de novos medicamentos para evitar a subida dos gastos e para poderem cumprir o orçamento definido pelo Governo para este ano, avança o Diário Económico. A informação foi confirmada ao jornal pelos presidentes dos conselhos de administração dos quatro hospitais que mais gastaram em medicamentos no ano passado: Santa Maria, São João, Hospitais Universitários de Coimbra e Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental. Estas quatro unidades hospitalares representam cerca de 30% deste tipo de receita. Os responsáveis salientaram que a necessidade de manter a despesa dentro dos limites definidos pelo ministro da Saúde, Correia de Campos, no Orçamento do Estado levou a um maior controlo na entrada de medicamentos. Fonte: Diário Económico MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.