Hospitais sociedades anónimas são «ilusão» de gestão eficaz

PCP exige revogação dos diplomas aprovados pelo governo

17 janeiro 2003
  |  Partilhar:

A transformação de 34 hospitais em sociedades anónimas é uma «ilusão» no que toca à melhoria da gestão das unidades de saúde e exige a revogação dos diplomas aprovados pelo governo, segundo o partido comunista.
 

 

Para o líder da bancada parlamentar do PCP, esta transformação de hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) em sociedades anónimas de capitais exclusivamente públicos «não vai introduzir racionalidade na gestão», e terá consequências na qualidade dos cuidados prestados.
 

 

O PCP requereu uma apreciação parlamentar dos 31 diplomas que alteram o perfil jurídico de alguns hospitais do SNS, e que hoje decorre na Assembleia da República, um dos pontos mais criticáveis dos textos legais reside na possibilidade de os hospitais poderem ser geridos por privados.
 

Motivo de preocupação para os comunistas é também a possibilidade de serem celebrados contratos individuais de trabalho no SNS, o que vem «fragilizar a relação laboral» dos profissionais. Aos receios dos comunistas, o PSD contrapõe a acusação de «preconceito ideológico».
 

 

Ana Manso, deputada social-democrata desvalorizou, à Lusa, as críticas dos comunistas, argumentando que o PCP possui um «drama ideológico contra o privado».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.