Hospitais-empresa com menor qualidade nos cuidados prestados

Optimismo do Governo contestado por parceiros da Saúde

31 março 2004
  |  Partilhar:

Um aumento de 16,3% nas cirurgias realizadas e uma subida dos custos em 2,4% são alguns dos resultados do primeiro balanço anual dos hospitais transformados em sociedades anónimas que o Governo apresentou quarta-feira.De acordo com os dados do Ministério da Saúde (MS), a que a Agência Lusa teve acesso, entre 2002 e 2003 os custos passaram de 1.949 para 1.996 mil milhões de euros, um crescimento inferior à inflação verificada (3,9%), apesar de se encontrar "acima do orçamentado".Os dados da tutela apontam para um aumento da produção global dos hospitais, nomeadamente um aumento de 16,3% nas cirurgias, um por cento nos atendimentos no serviço de urgência, 9,3% nas consultas externas, 4,2% nas altas de internamento e 17,8% nas sessões de hospital de dia.A maioria dos parceiros da Saúde critica o optimismo do Governo quanto à gestão destes hospitais, com apelos a um "estudo sério" efectuado por "entidades independentes" e acusações de menor qualidade nos cuidados prestados, devido à "instabilidade laboral".Os hospitais SA surgiram em Dezembro de 2002, com um modelo de gestão assente em contratos-programa que fazem depender o financiamento do cumprimento de objectivos pré-definidos, sendo a administração e as chefias intermédias responsabilizadas pelos resultados.Fonte:Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.