Homens não são imunes à osteoporose

Uso prolongado de corticoesteróides provocam doença

17 outubro 2001
  |  Partilhar:

Embora seja considerada uma doença predominantemente feminina, a osteoporose pode afectar também os homens, em particular quando estes estão sujeitos a terapias prolongadas com corticoesteróides, tratamentos comuns para doenças crónicas como asma, artrite reumatóide ou condições alérgicas. O número de homens que sofrem de osteoporose tem vindo a aumentar, estimando-se que, anualmente, até 2025, mais de 1,1 milhões de indivíduos irá sofrer uma fractura da anca.
 

 

De acordo com novos dados recentemente publicados no jornal Calcified Tissue International, da European Calcified Tissue Society, os homens sujeitos a terapias com corticoesteróides podem aumentar significativamente a sua Densidade Mineral Óssea (DMO) através da ingestão diária de risedronato de sódio, diminuindo o risco de fracturas vertebrais no espaço de um ano.
 

 

O estudo aponta, no entanto, um tratamento que permite alguma esperança e irá ajudar a compreender melhor a forma como os bifosfonatos podem minimizar os riscos de osteoporose em doentes que tomam corticoesteróides.
 

 

Os bifosfonatos estão indicados como terapia de primeira linha, em associação com cálcio e vitamina D, para prevenir e combater a osteoporose causada pelos corticoesteróides, de acordo com as novas guidelines de tratamento, recomendadas pelo American College of Rheumatology já este ano.
 

 

Os dados agora divulgados tiveram origem em dois estudos independentes com risedronato, nos quais participaram 184 homens com idades entre os 18 e os 85 anos. Destes, 107 homens foram incluídos no estudo relativo ao tratamento, enquanto os restantes integram o estudo sobre prevenção.
 

 

Ambos os estudos, com a duração de um ano, eram duplamente cegos, com controlo de placebo e procuraram avaliar o tratamento e a prevenção da osteoporose induzida por corticoesteróides.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.