Homens não assumem impotência

Entre 300 a 400 mil sofrem de disfunção eréctil

13 novembro 2001
  |  Partilhar:

Poucos homens assumem a impotência. Dos 300 a 400 mil que se estima sofram de disfunção eréctil, apenas 5 por cento procura tratamento médico, noticia hoje o Jornal de Notícias
 

A dificuldade em falar de problemas associados à sexualidade e a pouca informação são ainda os principais responsáveis.
 

 

Embora o medicamento Viagra tenha vulgarizado a discussão sobre a disfunção eréctil, vulgo impotência, o facto de não ser comparticipado, tal como a maioria das terapêuticas dirigidas a este problema, é encarado pelos especialistas como mais um factor que contribui para afastar os doentes do tratamento.
 

 

Tentar contrariar esta tendência é um dos objectivo das linhas de orientação para o tratamento da patologia, elaboradas pela Sociedade Portuguesa de Andrologia (SPA) e apresentadas hoje, que vão começar em breve a ser distribuídas nos centros de saúde.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.