Homem que inspirou filme estudado pela Nasa

Personagem de Dustin Hoffman em Rain Man – Encontro de irmãos

10 novembro 2004
  |  Partilhar:

 Cientistas da NASA vão estudar o homem que inspirou a personagem do actor Dustin Hoffman no filme Rain Man, de 1988 Num papel que lhe valeu um Oscar, Dustin Hoffman junta-se a Tom Cruise e conta-nos uma  divertida e comovente história de amor fraternal. O materialista Charlie Babbit (Tom Cruise) espera receber uma vasta herança após a súbita morte do pai. Mas é a Raymond, o seu irmão mais velho, internado numa instituição psiquiátrica e de quem Charlie nunca tinha ouvido falar, a quem toda a fortuna vai afinal parar. Raymond (Dustin Hoffman) é um sábio autista, com grandes limitações mentais em algumas áreas mas surpreendentemente genial noutras. Agora, cientistas da NASA vão estudar o homem que inspirou a personagem do actor Dustin Hoffman no filme Rain Man, de 1988. Os investigadores esperam que a tecnologia utilizada para estudar os efeitos no cérebro durante uma viagem espacial ajude a explicar a capacidade mental do cientista autista Kim Peek. Na semana passada, os cientistas submeteram Peek a uma série de testes, entre eles a tomografia computadorizada e a ressonância magnética. Com os resultados dos exames, será criada um interface em que o cérebro do cientista será observado numa superfície tridimensional. Os cientistas querem comparar os resultados com a série de exames feita em 1988 por Dan Christensen, neuropsiquiatra da Universidade de Utah, para observar as mudanças na estrutura cerebral do paciente nos últimos 16 anos. Conforme observou Richard D. Boyle, director do Centro de Captação de Imagens da Califórnia, o cérebro e as habilidades de Peek são únicas e parecem evoluir com o passar do tempo.  Aos 53 anos de idade, Kim é conhecido como «mega-cientista» por ser um génio em aproximadamente 15 áreas diferentes, que vão da História à literatura, geografia a números, desportos, músicas e datas. Mas ele, no entanto, é severamente limitado em outros aspectos - não é capaz de encontrar os talheres em casa ou mesmo vestir-se sozinho. «O objectivo é avaliar o que acontece com o cérebro de Peek quando ele fala ou pensa sobre essas actividades», disse o seu pai, Fran. Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.