Homem de Neanderthal desapareceu por congelação
25 janeiro 2004
  |  Partilhar:

O homem de Neanderthal extinguiu-se por congelação ao não poder suportar o frio intenso que atingiu a Europa há uns 30.000 anos, indica um estudo publicado recentemente pela revista científica britânica New Scientist. A pesquisa, feita por uma equipa de arqueólogos, antropólogos, geólogos e especialistas em simulação de climas da Universidade de Cambridge (sul de Inglaterra), pode ter resolvido o mistério do repentino do desaparecimento dos Neanderthais. Os especialistas confrontaram duas razões para explicar a extinção destes homens primitivos: os efeitos do clima e a concorrência com o homem moderno, o Homo Sapiens. Agora, os cientistas de Cambridge provaram que os Neanderthais morreram porque não aguentaram os gélidos Invernos da última Era Glacial, já que não dispunham de roupa apropriada ou não contavam com os utensílios necessários para resolver o problema. As eras glaciais representam períodos de arrefecimento de vários graus centígrados abaixo da média global que duraram milhares de anos, interrompidos por reaquecimentos interglaciais. Segundo os cientistas britânicos, que estudaram provas da vida humana com antiguidade entre 20.000 e 40.000 anos, várias amostras de gelo da Groenlândia indicam que o clima experimentou muitas oscilações na Europa durante a última Era Glacial. Fonte: Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.