«Homem das neves» não se afastou muito de casa

Investigação apresenta novos dados

31 outubro 2003
  |  Partilhar:

O misterioso «homem das neves» de há 5.200 anos encontrado num glaciar alpino nasceu num vale no que é agora o norte de Itália e não se afastou muito de casa, concluiu uma equipa internacional de investigadores.Conhecido como Oetzi, o «homem das neves» viveu provavelmente toda a vida num raio de 60 quilómetros do local da fronteira italo- austríaca onde foi encontrado gelado, segundo um estudo dirigido por Wolfgang Mueller, da Universidade Nacional Australiana, de Camberra, que será publicado sexta-feira na revista Science.O corpo congelado de Oetzi foi encontrado em 1991 por um grupo de montanhistas e encontra-se actualmente no Museu de Arqueologia do Sul do Tirol em Bolzano, Itália.Desde a sua descoberta, tanto ele como a sua roupa e utensílios abriram uma janela para o pouco conhecido mundo da idade do cobre na Europa.Estudos anteriores indicaram que Oetzi tinha entre 25 e 40 anos quando morreu, sofria de artrite e tinha a ponta de uma seta encravada num ombro, o que terá sido a causa da morte.Fonte:Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.