Holanda: Enfermeira acusada de matar 14 doentes
09 maio 2002
  |  Partilhar:

Uma enfermeira de nacionalidade holandesa foi acusada de ter assassinado 14 pessoas, cinco crianças e nove idosos, em quatro hospitais da cidade de Haia, durante quatro anos, entre 1997 e 2001, através da administração de doses letais de medicamentos, anunciou hoje a Procuradoria de Haia.
 

 

Todas as vítimas desta enfermeira com 40 anos de idade, cuja identidade não foi revelada, eram doentes dos hospitais onde ela trabalhava, sendo que a mais nova tinha 12 anos e a mais velha 91. De acordo com as autoridades holandesas, a assassina, detida em Dezembro passado, estava obcecada com a morte.
 

 

Todas as vítimas da enfermeira, que foi ainda acusada de falsificar diplomas e certificados académicos a atestar a sua formação profissional, eram doentes com poucas expectativas de vida, uma situação tanto mais singular atendendo a que a eutanásia está legalizada na Holanda.
 

 

Fonte: Correio da Manhã
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.