Holanda aprova uso de marijuana para fins terapêuticos

Apesar de poderem fumá-la livremente, o uso medicinal ainda não estava regulado

22 outubro 2001
  |  Partilhar:

Depois do Canadá ter liberalizado o uso de marijuana para fins terapêuticos, é agora a vez da Holanda aprovar a utilização medicinal deste derivado do cannabis.
 

 

Apesar da Holanda ser conhecida pela sua atitude permissiva em relação ao uso de drogas, e da marijuana ser vendida em cafés, só nesta sexta-feira o ministério da Saúde concordou alterar a lei que permitirá aos médicos prescrevê-la.
 

Até ao momento, os holandeses que padecem de determinadas doenças como sida ou cancro podiam fumar legalmente marijuana, mas nenhum médico poderia controlar o seu uso.
 

 

A Agência para o Uso da Marijuana Medicinal holandesa vai supervisionar o cultivo do derivado da cannabis, bem como o controlo da qualidade e distribuição. Entretanto, o governo holandês deverá agendar negociações sobre os planos com a Comissão Internacional de Controlo de Narcóticos das Nações Unidas.
 

 

Nenhuma data foi ainda determinada para o lançamento do programa. Por isso, não se sabe também quanto tempo levarão as preparações, afirmou Kuik, porta-voz do ministério da Saúde. Para os apologistas deste tipo de droga terapêutica, esta medida irá melhorar a qualidade de vida dos pacientes que sofrem de dor crónica e aguda como a decorrente da esclerose múltipla, cancro e artrite.
 

 

Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.