HIV pode reproduzir-se no testículo humano

Trabalho publicado no “The American Journal of Pathology”

16 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

Um estudo francês traz novos dados que ajudam a explicar a persistência do HIV, o vírus da Sida, no sémen, principal canal de contaminação, mesmo depois de o vírus ter sido eliminado do sangue. O trabalho foi publicado no “The American Journal of Pathology”.
 

 

O estudo demonstra que a replicação do HIV pode ocorrer dentro de células do sistema imunitário do testículo humano, oferecendo uma explicação para o facto de o vírus continuar a aparecer no sémen, mesmo após a aplicação de terapias anti-retrovirais.
 

 

A equipa, liderada por Nathalie Dejucq-Rainsford, da Université de Rennes, França, cultivou tecidos do testículo humano em laboratório. Essas culturas, que mantiveram a mesma “arquitectura” de tecido que existe no corpo e que continuaram a produzir a hormona testosterona, mostraram-se capazes de sustentar populações de HIV. Além disso, os vírus criados nesses tecidos mostraram-se perfeitamente activos e capazes de infectar outras culturas de células.
 

 

Os investigadores esperam, agora, que o resultado deste trabalho ajude no desenvolvimento de novos fármacos anti-retrovirais, que sejam capazes de atingir o HIV presente nos testículos.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.