HIV esconde-se dos antiretrovirais durante anos

Estudo publicado na PNAS

19 maio 2008
  |  Partilhar:

Um estudo do US National Cancer Institute refere que os doentes sob terapêutica prolongada para o HIV apresentam níveis reduzidos de vírus no estado latente, o que vem confirmar a necessidade da toma medicamentosa por tempo indeterminado e sugere que uma quebra nesta toma aumenta o risco de reactivação da infecção.
 

O estudo, publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), foi realizado em 40 doentes, os quais foram acompanhados durante sete anos.
 

 

Apesar de não ser comum os médicos registarem a carga viral quando esta é inferior a 50 cópias de vírus por ml de sangue, neste caso a equipa liderada por Sarah Palmer usou equipamento de sensibilidade superior para avaliar a carga viral abaixo deste limite. Os investigadores verificaram que o vírus ainda estava presente, embora a níveis mais baixos, em 77% dos doentes.
 

 

De acordo com os investigadores, apesar dos potentes antiretrovirais actuais conseguirem reduzir a infecção por HIV a níveis quase indetectáveis, não conseguem eliminar o vírus. E apesar dos níveis registados nos participantes do estudo serem reduzidos, eram ainda suficientemente elevados para surgirem infecções oportunistas em caso de interrupção da terapêutica.
 

 

Em nota explicativa, Sarah Palmer apela para o facto de ser “extremamente importante que os novos fármacos em desenvolvimento consigam erradicar o vírus, uma vez que os efeitos secundários das terapêuticas a longo prazo podem ser graves”. Além disso, reforça a responsável, “a não adesão à terapêutica aumenta o risco de resistências que poderão tornar ineficazes futuros tratamentos.”
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.