HIV e hepatite C: Teste detecta infecções durante o “período de janela”
19 março 2002
  |  Partilhar:

Uma companhia americana desenvolveu um teste, que além de saber simultaneamente se a pessoa está infectada com os vírus da sida e hepatite C, consegue detectar infecções precoces, ou seja, é capaz de sinalizar um caso positivo durante o "período de janela". Chama-se "período de janela" ao tempo que medeia entre a pessoa ter sido infectada e a capacidade dos testes conseguirem detectar a presença do vírus. Hoje, para o vírus HIV, o "período de janela" pode mediar entre três e seis meses. A pessoa está infectada mas o teste é negativo.
 

 

Com o novo teste, essa preocupação acaba para os serviços de sangue. De nome "Procleix", o teste foi aprovado pela Food and Drug Administration dos Estados Unidos, e já foi usado, desde Março de 1999, em mais de 20 milhões de doações de sangue, para a Cruz Vermelha Americana e as suas forças militares.
 

 

Desde então o teste identificou sete doações HIV-1 positivas e 88 positivas para o vírus da hepatite C (VHC) que, de outra forma, teriam sido admitidas no sistema de fornecimento de sangue, no qual é frequente uma única unidade de sangue doado passar para três receptores, por transfusão.
 

 

A Chiron Corporation foi a empresa que desenvolveu este teste, cuja amplificação do ácido nucleico detecta a presença de todos os subtipos conhecidos do HIV-1 e genótipos do VHC.
 

 

O novo teste já foi aprovado para venda e uso em dez países e está a ser avaliado na Europa. Um dos seus inconvenientes é apenas detectar o HIV-1 e não o HIV-2, que em Portugal assume uma percentagem não negligenciável dos casos de sida.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.