Histerectomias diminuíram na última década

Mulheres defendem cada vez mais integridade do corpo

09 março 2016
  |  Partilhar:

Na última década, o número de histerectomias – extração total ou parcial do útero – diminuiu 23,8% em Portugal, em parte devido à solicitação das mulheres que querem preservar o seu corpo intacto e a uma maior sensibilização da classe médica.
 

De acordo com o presidente da Federação das Sociedades de Obstetrícia e Ginecologia, Daniel Pereira da Silva, que falou durante um encontro com jornalistas sobre a “Saúde da Mulher”, em 2004 foram realizadas 12.046 histerectomias e 9.294 em 2014.
 

“Cada vez mais mulheres têm consciência e defendem a integridade do seu corpo”, referiu o médico, que dirigiu o serviço do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra.
 

Daniel Pereira da Silva explicou que por outro lado, também há uma “maior sensibilidade da classe médica” para a preservação do útero, optando os clínicos por outras soluções, nomeadamente medicamentosas.
 

“Estamos mais conservadores, principalmente ao nível dos miomas que, no passado, resultavam em histerectomias”, acrescentou.
 

Daniel Pereira da Silva referiu que o Centro Hospitalar e universitário de Coimbra (CHUC) realizou, em 2004, 916 histerectomias e, dez anos depois, esse número baixou para as 655. Os miomas justificaram, em 2004, 530 destas intervenções e 233 em 2014.
 

De acordo com a notícia avançada pela agência Lusa, as histerectomias aumentaram por razões oncológicas, passando de 63, em 2004, para 78, em 2014, e devido a prolapso urogenital, de 124 para 154.
 

Relativamente aos miomas uterinos – que atingem cerca de dois milhões de mulheres em Portugal, a maioria dos quais assintomáticos e, por isso, sem necessitar de intervenção – os tratamentos passam pela terapêutica com agonistas GnRH ou pelo acetato de ulipristal, substância que tem reduzido o tamanho dos miomas.
 

Este fármaco é comparticipado a 37% pelo Serviço Nacional da Saúde (SNS), sendo gratuito nos hospitais públicos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.