Hipóteses de sobreviver a um Enfarte do Miocárdio são maiores durante a semana

Estudo efectuado nos EUA

20 março 2007
  |  Partilhar:

 

As hipóteses de sobreviver a um Enfarte do Miocárdio nos EUA são mais elevadas durante a semana, uma vez que o número de paramédicos no meio hospitalar é maior de segunda a sexta-feira.
 

 

Uma pesquisa efectuada em Nova Jersey, entre 1999 e 2002, e que abrangeu 59.786 pessoas vítimas de Enfarte do Miocárdio, fez sobressair uma "clara diferença na taxa de mortalidade existente" trinta dias após o ataque cardíaco, em função do dia de hospitalização dos doentes, refere um estudo publicado no “New England Journal of Medicine”.
 

 

Neste caso (trinta dias após a hospitalização) a taxa de mortalidade varia entre 12,9% e 12% nas pessoas que deram entrada no hospital com sintomas de enfarte. Em termos de probabilidades, os riscos de morrer de enfarte são 7,5% mais elevados durante o fim-de-semana.
 

 

A diferença é ainda maior 24 horas após a entrada no hospital, havendo 22,2% de riscos suplementares de morte caso o internamento seja feito entre sexta-feira à noite e domingo à noite, afirmam os autores. Um dia após a hospitalização, a taxa de mortalidade após um enfarte, passa de 3,3% ao fim-de-semana, para 2,7% durante a semana. “Os resultados deste estudo levam-nos a pensar que a mortalidade das vítimas de enfarte é mais elevada durante o fim-de-semana devido aos actos médicos menos numerosos praticados por um pessoal paramédico não efectivo”, concluem os médicos.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.