Hidratos de carbono protegem artérias

Estudo publicado no PNAS

27 agosto 2009
  |  Partilhar:

Uma alimentação pobre em hidratos de carbono aumenta a aterosclerose (formação de placas de gordura na parede arterial), elevando o risco de problemas cardiovasculares, sugere um estudo publicado na “Proceedings of the National Academy of Sciences” (PNAS).

 

Investigadores da Beth Deaconess Medical Center, da Harvard University, nos EUA, testaram três dietas diferentes em ratos: o primeiro grupo recebeu uma dieta padrão, o segundo grupo foi submetido a uma dieta rica em lípidos (gordura) e o terceiro grupo recebeu uma dieta pobre em hidratos de carbono e rica em proteínas.

 

Após 12 semanas, os cientistas analisaram os roedores e identificaram que a dieta pobre em hidratos de carbono não tinha alterado os níveis de colesterol nos animais, mas tinha originado uma diferença significativa no impacto da aterosclerose.

 

Segundo os resultados, os animais que receberam a dieta pobre em hidratos de carbono tinham ganho menos peso mas, em comparação com os que cumpriram a dieta padrão, desenvolveram mais 15% de gordura acumulada nas artérias. O grupo que recebeu a dieta rica em gordura apresentou um aumento de 9% nos níveis de aterosclerose.

 

Como explicação, a equipa, liderada por Anthony Rosenzweig, sugere que as dietas pobres em hidratos de carbono podem afectar o modo como as células da medula óssea efectuam a “limpeza” dos depósitos de gordura das artérias.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.