Hepatite C sobe nos Açores
01 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

O número de novos casos notificados de doentes com hepatite C disparou consideravelmente em 2001, nos três hospitais dos Açores. A Secretaria Regional da Saúde refere que se passou de oito casos em 2000 para 25 no ano passado, um número que pode "pecar por defeito", pois há infectados pelo vírus que não sabem.
 

 

Em Dezembro de 2001 deram entrada no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, cinco novos casos que obrigaram a internamento. De resto, esta unidade de saúde tem 18 casos notificados, em 2001.
 

 

A tutela está neste momento a desenvolver um estudo aprofundado que permita um levantamento de todas estas situações, de modo a que se possam prevenir comportamentos de risco.
 

 

A maioria dos novos casos de hepatite C regista-se junto de grupos bem identificados - toxicodependentes e repatriados -, e o seu tratamento "exige medidas imediatas". "A adopção de comportamentos de risco, através do uso de seringas contaminadas e a mobilidade no arquipélago têm feito disparar os casos de hepatite C", reconhece a Secretária Regional da Saúde. Para Fernanda Mendes "não se pode falar num surto" mas sim num "maior rigor no seu acompanhamento". As autoridades regionais acreditam que os números podem voltar a subir devido ao aumento da toxicodependência na região.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.