Hepatite C deveria ser tratada por equipas multidisciplinares

Defende especialista

10 outubro 2014
  |  Partilhar:

Os doentes com hepatite C deveriam ser tratados por “equipas multidisciplinares em centros de excelência”, defende o coordenador no Instituto de Saúde Ambiental na área das Doenças Infeciosas.
 

“Há uma série de razões que leva a que o tratamento destes doentes seja difícil. Uma percentagem apreciável destes é toxicodependente, o que dificulta a adesão às consultas, sofrem, por vezes, de doenças psiquiátricas e vivem, nalgumas situações, em condições sociais difíceis”, revelou Francisco Antunes à agência Lusa.
 

O especialista em doenças infeciosas considera por isso que “os responsáveis médicos na gestão desta patologia deveriam criar unidades de excelência para tratar estes doentes”.
 

Na opinião de Francisco Antunes, estas unidades deveriam incluir especialistas em doenças infeciosas que “sabem lidar muito bem com a terapêutica antivírica”, hepatologistas, profissionais de psicologia e de serviço social, entre outros.
 

Relativamente aos elevados custos dos novos medicamentos para a hepatite C, o especialista defende que esses custos “têm que ser negociados entre as entidades governamentais e a indústria farmacêutica”, salientando que a nova terapêutica é “abrangente, bem tolerada e com uma eficácia que ultrapassa os 90%”.
 

“É preciso fazer ver às entidades responsáveis pelo pagamento destes medicamentos, que está aprovado, mas não está comparticipado, que a repercussão imediata do tratamento é a doença não evoluir para doenças mais complexas e de difícil tratamento, que podem levar à necessidade de transplante de fígado. Estamos a falar de uma doença que pode ser erradicada”, acrescentou.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.