Gripe sazonal pode levar a narcolepsia

Estudo publicado na revista “Annals of Neurology”

16 setembro 2011
  |  Partilhar:

O aparecimento da narcolepsia parece seguir os padrões sazonais da gripe A (H1N1) e de outras infecções das vias respiratórias superiores, de acordo com um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, EUA, que analisou pacientes na China, e cujos resultados foram publicados na edição online da revista “Annals of Neurology”.

 

Os resultados da investigação mostraram que o pico de casos de narcolepsia ocorreram entre cinco a sete meses após um pico de infecções de gripe,  resfriado ou gripe H1N1 no país. "Estes resultados sugerem que as infecções das vias respiratórias no inverno por gripe (H1N1 incluído) ou Streptococcus pyogenes , desencadeiam narcolepsia", disse, em comunicado, o especialista em narcolepsia e professor de psiquiatria e ciências comportamentais, Emmanuel Mignot.

 

O estudo acompanhou os recentes relatos sobre uma vacina contra o H1N1, não utilizada nos EUA nem na China, que parecia conduzir à narcolepsia. No entanto, esta investigação não encontrou qualquer correlação entre a vacinação e a narcolepsia em pacientes estudados na China. “A descoberta da associação com a infecção, e não com a vacinação, é importante porque sugere que limitar a vacinação por receio de narcolepsia pode aumentar o risco em geral", escrevem os autores.

 

Cerca de três milhões de pessoas no mundo sofrem de narcolepsia, uma doença neurológica caracterizada por sonolência diurna, sono irregular à noite, perda súbita do tónus muscular e força. Em 2009, a equipa liderada por Mignot confirmou a suspeita de que a narcolepsia é uma doença auto-imune caracterizada pela diminuição da hipocretina, um neurotransmissor importante para processos biológicos tais como a regulação do sono. Quando os níveis de hipocretina diminuem, o cérebro fica incapaz de controlar os ciclos de sono.

 

Os especialistas acreditam que numa pessoa, que tenha predisposição genética para a doença,  a narcolepsia pode manifestar-se se for despoletada por um qualquer factor ambiental que entre em acção no seu sistema imunológico. Estudos anteriores demonstraram que as infecções por Streptococcus pyogenes, como a faringite, precederam o início do aparecimento de narcolepsia nos caucasianos, facto que sugere, segundo o cientista, um papel das infecções das vias respiratórias superiores no desencadeamento da doença.

 

Para o novo estudo, os investigadores analisaram dados de 906 pacientes que foram diagnosticados com narcolepsia em Pequim entre Setembro de 1998 e Fevereiro de 2011, e determinados os meses em que os pacientes começaram a cataplexia e sonolência (sintomas de narcolepsia). Além disso, foram também realizadas entrevistas telefónicas a 154 pacientes  que desenvolveram narcolepsia depois de Outubro de 2009, data da primeira vacina contra o H1N1 administrada na China. Os investigadores também perguntaram aos pacientes sobre o seu historial de gripe, as vacinas contra a gripe H1N1 e outras doenças.

 

A equipa descobriu que a incidência do aparecimento de narcolepsia foi significativamente influenciada pela sazonalidade e pelo mês. O início foi menos frequente em Novembro e mais comum em Abril, houve um espaço de cinco a sete meses entre o pico sazonal de infecções de gripe, resfriado ou gripe H1N1 e o pico do início de narcolepsia. Embora a pesquisa não demonstre uma relação de causa/efeito, revela uma forte correlação entre o aparecimento da narcolepsia e este padrão sazonal.

 

Os cientistas também verificaram um aumento três vezes superior do início da doença após a pandemia de gripe H1N1 da temporada de inverno 2009 e 2010, em comparação com outros anos. Apenas uma pequena percentagem - 5,6% - dos pacientes entrevistados afirmaram ter recebido a vacina contra o H1N1. Portanto, "é improvável que o aparecimento da doença seja explicada por vacinas", concluem os investigadores.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.