Gripe espanhola: Virulência do vírus atribuída a proteína

Doença causou 20 milhões de mortos

06 outubro 2004
  |  Partilhar:

Uma equipa de cientistas identificou a proteína responsável pela virulência do vírus da «gripe espanhola», que causou cerca de 20 milhões de mortos em 1918-1919, informa o último número da revista Nature.Essa substância, a hemaglutinina (HA), é um elemento essencial para que o vírus da gripe infecte as células, sublinham os cientistas. Numa primeira fase, a equipa do professor Yoshihiro Kawaoka, da Universidade de Wisconsin-Madison (Wisconsin, EUA), recriou a proteína HA do tipo de vírus prevalente durante a epidemia de 1918- 1919, a partir da informação genética de vírus daquela época.Os investigadores inocularam aquela substância em ratinhos, acompanhada de estirpes de vírus de gripe humana, normalmente inofensivas para os roedores. Constataram então que o HA do vírus de 1918 aumentava claramente a capacidade dos vírus contemporâneos de contaminarem os ratinhos.Por outro lado, aperceberam-se de que essas estirpes humanas de vírus reforçadas pela proteína recriada podiam infectar totalmente os pulmões e provocar reacções inflamatórias e hemorragias idênticas às observadas durante a epidemia do início do século XX.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.