Gripe durante a gravidez aumenta riscos de esquizofrenia

A exposição do feto ao vírus da mãe pode influenciar o desenvolvimento da esquizofrenia na idade adulta

03 agosto 2004
  |  Partilhar:

Uma gripe no decorrer de uma gravidez pode danificar o feto e aumentar a probabilidade do risco de as crianças virem a desenvolver esquizofrenia na idade adulta (os primeiros sintomas destas desordens psicológicas surgem por volta dos 20 anos de idade). O vírus da gripe na mãe, durante o primeiro trimestre da gravidez, pode aumentar até sete vezes o risco de esquizofrenia do filho quando chegar a adulto, segundo um estudo publicado na última edição da revista Archives of General Psychiatry. Apesar dos mecanismos desta relação ainda não estarem completamente esclarecidos, os cientistas da Universidade de Columbia e do Instituto Pediátrico de Nova Iorque admitem que esta situação poderá não ter que ver directamente com o vírus da gripe, mas com os anticorpos gerados no organismo para combater a infecção. Um dos autores do estudo, Alan S. Brown, explicou que o vírus não atravessa a placenta, por isso admite-se que sejam os anticorpos gerados pela mãe que chegam ao feto e interagem com os seus anticorpos, influenciando o desenvolvimento cerebral do bebé e aumentando a sua vulnerabilidade à esquizofrenia. Os cientistas analisaram os anticorpos do vírus da gripe de 64 grávidas, cujos descendentes desenvolveram esquizofrenia enquanto adultos, e compararam os resultados com as análises de 125 mulheres, cujos filhos não padeceram desta desordem mental. Os cientistas chegaram à conclusão que cerca de 14% dos casos de esquizofrenia poderiam ser evitados se as mães prevenissem uma gripe durante a gravidez, principalmente nos primeiros meses de gestação. Os estudos sobre esta matéria, apesar de ainda não serem totalmente conclusivos, podem levantar questões relativamente à rotina de vacinação das mulheres grávidas, pois os anticorpos gerados podem danificar o feto. Fonte: Reuters

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.