Gripe das aves continua a ser ameaça mundial

Alerta da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação

19 abril 2010
  |  Partilhar:

Apesar dos progressos, a gripe das aves continua a ser uma ameaça a nível mundial, alertou a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

 

Num comunicado enviado à imprensa, a FAO pede "uma acção continuada contra o vírus H5N1 - que causa a gripe das aves - e contra as novas infecções".

 

O chefe do Serviço Veterinário da FAO, Juan Lubroth, afirmou que "apesar do considerável sucesso alcançado contra o H5N1, o vírus instalou-se no Egipto, Indonésia, Bangladesh, Vietname e China".

 

"O controlo progressivo do H5N1 naqueles países continua a ser uma prioridade internacional", indicou Lubroth, lamentando que, apesar de o H5N1 continuar a ser uma séria ameaça, "a pandemia de gripe das aves tenha perdido a atenção da opinião pública durante grande parte do ano de 2009".

 

"Não devemos esquecer-nos que o vírus da gripe das aves matou 292 pessoas e obrigou ao sacrifício de mais de 260 milhões de aves, provocando prejuízos económicos estimados em 20.000 milhões de dólares em todo o mundo e destruindo os meios de subsistência das famílias rurais", assinalou, referindo que "ainda que continue apenas num único país, representa um perigo para a saúde pública que deve ser levada a sério".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.