Gripe das aves

Especialistas minimizam risco de propagação da gripe das aves à UE

24 agosto 2005
  |  Partilhar:

Peritos europeus reunidos em Bruxelas consideraram remoto ou baixo o risco do alastramento à União Europeia do foco da gripe das aves detectado na Rússia, descrevendo como “desproporcionada” a decisão da Holanda de encerrar em capoeiras todas as aves criadas até agora ao ar livre.Contudo, os especialistas defendem um reforço da vigilância das aves migratórias, nomeadamente aquáticas, como os patos selvagens, consideradas como os principais veículos de transmissão do vírus H5N1. Outra das medidas defendidas foi um reforço dos controlos fronteiriços de forma a garantir o respeito pela proibição de importação de pássaros vivos provenientes da Rússia e do Cazaquistão, em vigor desde 12 de Agosto.Finalmente foi recomendada a actualização dos planos de emergência no caso de epidemia, uma "sensibilidade acrescida" por parte dos criadores (a população que enfrenta maior risco), bem como "uma comunicação adequada e fiável" aos consumidores de modo a evitar uma diminuição da procura de frangos e outras aves de capoeira.Fonte: PúblicoMNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.