Greve no Estefânia já terminou

100 consultas ficaram por fazer

04 agosto 2002
  |  Partilhar:

Mais de 100 consultas e quase uma dezena de operações ficaram por fazer no Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, devido a uma greve dos médicos que começou terça-feira e terminou domingo.
 

 

Os números são do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), que decretou a greve, exigindo o pagamento imediato das horas extraordinárias pela tabela das 42 horas e não das 35, como actualmente acontece.
 

 

Segundo António Bento, dirigente do SIM, no período de greve ficaram por fazer 9 cirurgias, 50 consultas de pediatria e 55 de ginecologia.
 

 

Em declarações à Agência Lusa, o dirigente sindical acusou "alguns directores clínicos" de pressionarem os médicos em greve, afirmando que essa é uma situação que não será tolerada pelo SIM no futuro.
 

 

O SIM tem outros períodos de greves já marcados: um para os dias entre 20 e 24 deste mês e outro para de 03 a 07 de Setembro.
 

 

No Hospital Dona Estefânia trabalham 151 pediatras com o regime das 35 horas semanais e são estes que reclamam agora o pagamento das horas extraordinárias num valor idêntico aos que asseguram 42 horas semanais.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.