Greve dos médicos em França com adesão

População apoia as reivindicações

24 janeiro 2002
  |  Partilhar:

A greve dos médicos liberais franceses teve uma grande adesão entre os clínicos gerais.
 

 

Os "médicos de família" reclamam uma revalorização dos honorários das consultas que permanecem os mesmos desde 1998. Segundo Confederação dos Sindicatos Médicos Franceses esta mobilização tem a adesão de 80 a 90 por cento dos profissionais.
 

 

Os médicos começaram a fechar o seu consultório ontem de manhã, às 8h (hora local). As reivindicações consistem no aumento do preço de consulta para 20 euros (4 contos) contra os 17,53 actuais (cerca de 3500 escudos) bem como do preço da visita domiciliária para 30 euros (6 contos) em vez dos 20,58 actuais (pouco mais de 4 contos).
 

 

Estas reivindicações parecem ser aceites pela população.
 

 

Veja mais no Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.