Greenpeace denuncia concessão de patente sobre gene do cancro da mama

«Genes não são descobertas da indústria mas um bem inalienável» - Greenpeace

16 janeiro 2003
  |  Partilhar:

A divisão alemã do Greenpeace denunciou que a Agência Europeia de Patentes (AEP), com sede em Munique, concedeu a uma empresa a patente sobre um gene fundamental na origem e diagnóstico do cancro da mama.
 

 

Segundo a organização ecologista, a AEP concedeu no passado dia 8 a patente EP0785216 com carácter de exclusividade à empresa norte-americana Myriad.
 

 

O Greenpeace alerta para o facto das patentes concedidas sobre genes abarcarem todas as funções biológicas conhecidas e desconhecidas que derivem do gene, assim como todas as suas potenciais aplicações económicas.
 

 

O gene BRCA2, também detectado em plantas, não está unicamente relacionado com a origem do cancro da mama, mas também com outras doenças como o cancro do cólon.
 

 

Qualquer cientista que necessite de realizar experiências com este gene para investigar o cancro da mama ou qualquer outra das doenças relacionadas com o mesmo terá de pagar uma licença à Myriad.
 

 

Para o Greenpeace, os genes de plantas, animais e seres humanos não são descobertas da indústria, mas um bem universal inalienável.
 

 

"A Agência de patentes pratica a venda sistemática de vida humana", criticou um perito da organização ambientalista, Christoph Then.
 

 

"Contrariamente à vontade declarada dos pacientes, companhias seguradoras, médicos, Conselho da Europa e Parlamento Europeu, os consórcios de engenharia genética repartem entre si a herança genética humana", acrescenta.
 

 

Com a concessão dessa patente, a AEP "demonstra uma vez mais até que ponto lhe é indiferente todas as dúvidas éticas e científicas" sobre a investigação e comercialização de genes humanos.
 

 

A Myriad obteve em 2001 duas patentes sobre outro gene relacionado com o cancro da mama, uma concessão que levou os governos holandês e austríaco a apresentarem protestos formais.
 

 

Segundo o Greenpeace, a AEP concedeu já um milhar de patentes sobre genes humanos.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.