Gravidez e cesariana podem desencadear doença degenerativa das costas

Estudo vai avaliar relação

06 janeiro 2011
  |  Partilhar:

Cientistas norte-americanos estão a investigar se a gravidez, especificamente a cesariana, está relacionada com a espondilolistese degenerativa, que afecta a coluna vertebral e que é, entre três a nove vezes, mais comum nas mulheres.

 

A espondilolistese degenerativa é uma deformidade em que uma vértebra desliza sobre outra e provoca um desalinhamento da coluna, podendo conduzir a  dor lombar e rigidez muscular.

 

Para o trabalho, investigadores do Michigan State University, nos EUA, iniciaram um estudo de dois anos para avaliar a relação entre parto normal, cesariana, fraqueza muscular abdominal e do tórax e o desenvolvimento da doença nas mulheres mais velhas. Para a investigação, os cientistas recrutaram 200 mulheres com a condição e outras 200 sem patologia associada.

 

Estudos anteriores documentaram a relação entre gravidez e lombalgia, com a deficiência do músculo abdominal como causa principal. Contudo, segundo explicou em comunicado enviado à imprensa, um dos autores do estudo, Jacek Cholewicki, “a questão principal é saber se a gravidez ou a deficiência muscular causada por uma cesariana podem ser factores precipitantes no desenvolvimento da espondilolistese degenerativa mais tarde na vida".

 

No estudo, os investigadores vão quantificar objectivamente a função muscular e, em seguida, documentar variáveis nas mulheres com e sem a doença, análises que, segundo referem, esperam encontrar todas as relações que possam existir. “Dado que as taxas de cesariana aumentaram três vezes durante as últimas três décadas, estamos particularmente interessados na observação de mulheres submetidas a essas cirurgias, uma ligação que poderá prever significativos problemas de saúde pública nos próximos anos", explicou Jacek Cholewicki.

 

Dados revelados pelos cientistas referem que, nos EUA, o custo associado ao tratamento desta doença degenerativa torna-a numa das cinco condições mais dispendiosas para o sistema de saúde americano.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.