Grávidas toxicodependentes diminuem mais de 50%

Dados do Instituto da Droga e da Toxicodependência

02 setembro 2009
  |  Partilhar:

O número de grávidas toxicodependentes baixou para menos de metade nos últimos cinco anos, segundo dados do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT), citados pelo jornal “Diário de Notícias”.

 

Segundo o IDT, em 2008 foram acompanhadas por aquele Instituto, em 40 centros de atendimento, 120 grávidas consumidoras de drogas, enquanto, no ano de 2003, o Instituto tinha seguido 309 grávidas.

 

Esta diminuição deve-se essencialmente a dois factores, explicou à mesma publicação José Pádua, Director Clínico da área do tratamento daquele Instituto: por um lado, ao envelhecimento de parte da população toxicodependente; por outro, a uma maior informação dos consumidores mais jovens sobre os riscos da gravidez e as prevenções a tomar para não engravidar.

 

Ainda de acordo com dados do Instituto, entre os dependentes de drogas que procuram ajuda no IDT, 84% são homens e apenas 16% são mulheres. No total, em 2008 havia 38 mil pessoas em tratamento.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.