Grávidas estão cada vez mais expostas às radiações dos exames

Estudo publicado no “Journal of Radiology”

25 março 2009
  |  Partilhar:

Investigadores da Brown University, Providence, EUA, alertam para o facto de as mulheres grávidas realizarem cada vez mais exames de imagem, expondo-se, desta forma, a radiações indesejáveis.

 

A equipa de investigadores, liderada pela Elizabeth Lazarus, analisou os exames de radioisótopos, tomografia computorizada, fluorscopia e raio–X convencionais realizados no Rhode Island Hospital e no Women and Infants Hospital entre 1997 e 2006. Os investigadores avaliaram um total de 5 270 exames feitos em 3 285 mulheres grávidas.

 

Entre 1997 e 2006, o número de grávidas que anualmente se submeteram a exames de imagens passou de 237 para 449 e o número de exames por ano aumentou de 331 para 732. Isto significa que o número de pacientes submetidas a exames de imagem teve um crescimento de 89% e o número de exames realizados sofreu um aumento de 121%. Contudo, entre 1997 e 2006 o número de nascimentos anuais registou um aumento de apenas 7%.

 

Por outro lado, o estudo revelou que, no período em análise, o número total de exames de imagem realizados a mulheres grávidas nas duas instituições cresceu 10,1% por ano, enquanto o número de exames de tomografia computorizada teve um aumento anual de 25,3%.

 

O estudo concluiu também que a média de radiação estimada a que o feto está exposto no caso da tomografia computorizada é de 4,3 unidades. Já nos exames que envolvem radioisótopos e raios-X essa média é de 0,40 e 0,43 unidades, respectivamente.

 

Em declarações à agência Reuteurs Health, Elizabeth Lazarus afirma que, apesar de, por norma, a realização de exames de imagem durante a gravidez ser segura, há que continuar a trabalhar no sentido de se minimizar a exposição às radiações.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.