Grandes empresas portuguesas vacinam trabalhadores contra a Gripe

DGS alerta para stock limitado

16 outubro 2006
  |  Partilhar:

 

Grandes empresas portuguesas, como a Caixa Geral de Depósitos e o Banco de Portugal, estão a vacinar os seus trabalhadores contra a Gripe, ignorando o alerta da Direcção-Geral de Saúde para a necessidade de utilizar o stock existente com a população de risco.
 

 

Os cerca de 11 mil trabalhadores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) podem vacinar-se gratuitamente contra a Gripe, de acordo com uma decisão da empresa que no início deste mês lançou uma campanha de vacinação anti-gripe. Esta prática insere-se na "política de saúde no local de trabalho" e, neste momento, a empresa "ainda não dispõe de elementos quanto ao número de trabalhadores que se irão vacinar", uma vez que ainda está a decorrer, explicou uma responsável da CGD.
 

 

Mas a iniciativa não é exclusiva deste grupo: instituições, como o Banco de Portugal (BP), também estão a vacinar os seus funcionários. "O Banco de Portugal tem um programa de prevenção contra a Gripe e está a disponibilizar gratuitamente a vacina a todos os trabalhadores que o queiram", disse à Lusa a responsável de Relações Públicas do BP, onde trabalham cerca de 1.700 pessoas.
 

 

De acordo com as orientações da Direcção-Geral de Saúde (DGS), o principal objectivo da vacinação anti-gripal é precisamente a cobertura da população de risco: pessoas com mais de 65 anos, doentes crónicos e imunodeprimidos e profissionais de saúde.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.