Grande Prémio Bial para Alexandre Castro Caldas

«O Cérebro Analfabeto» compila anos de estudo e investigações

27 maio 2003
  |  Partilhar:

Alexandre Castro Caldas (na foto) é o vencedor do Grande Prémio Bial de Medicina 2002, entregue na segunda-feira na Universidade de Coimbra pelo livro «O Cérebro Analfabeto», que compila anos de estudo e investigações.
 

 

O livro inclui mais de 50 trabalhos que procuram perceber as diferenças de funcionamento entre os cérebros de pessoas alfabetas e analfabetas, tendo o investigador detectado que estas últimas utilizam estratégias cerebrais diferentes perante os mesmos desafios.
 

 

«O objectivo foi tentar perceber de que maneira o cérebro se adapta à aprendizagem escolar», disse à Agência Lusa Castro Caldas.
 

 

O galardoado adiantou que nos seus estudos foram utilizadas as novas potencialidades proporcionadas pela imagiologia, o que permitiu detectar que os dois grupos - alfabetos e analfabetos - estimulam diferentes áreas do cérebro para resolver situações concretas semelhantes.
 

 

Os resultados até agora registados indiciam que normalmente as estratégias cerebrais utilizadas pelos analfabetos são menos eficazes do que as dos alfabetos.
 

 

Desde há dois anos que Alexandre Castro Caldas iniciou um novo estudo dentro desta problemática, procurando detectar que áreas cerebrais são estimuladas nos que aprendam a ler já na idade adulta.
 

 

Veja tudo na: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar