Grande maioria dos universitários iniciou vida sexual aos 16 anos

Estudo da Faculdade de Motricidade Humana

16 dezembro 2010
  |  Partilhar:

Cerca de 80% dos estudantes universitários portugueses iniciaram a vida sexual a partir dos 16 anos, refere um estudo coordenado pela Faculdade de Motricidade Humana, da Universidade de Lisboa.

 

Dos mais de três mil jovens inquiridos neste estudo, 17% diz ter iniciado a vida sexual entre os 14 e os 15 anos e 3% entre os 12 e os 13. A investigação revela ainda que quatro em cada dez estudantes inquiridos mantém uma relação amorosa há mais de dois anos, contudo são as mulheres que revelam ter relacionamentos mais duradouros.

 

Quanto à contracepção, a esmagadora maioria (95%) dos estudantes universitários diz ter usado o preservativo na sua primeira relação sexual. A pílula é usada habitualmente por 70% dos inquiridos, tal como o preservativo. O estudo indica ainda que três em cada dez mencionam ter tido, pelo menos uma vez, relações sexuais associadas ao álcool, um valor que desce para os 6% quando são questionados sobre drogas.

 

Esta análise, inserida num estudo comportamental em colaboração com a Organização Mundial de Saúde, teve uma amostra de 3.278 estudantes, com uma média de 21 anos de idade, sendo 30% homens.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

Erro de racicinio

"sendo as mulheres que revelam relacionamentos mais duradouros." - não tem lógica se uma rapariga namora a um ano, o seu parceiro tem exactamente o mesmo tempo de relacionamento, a menos que estejam a incluir casais gay...
Revejam essa afirmação

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.