Governo vai contratar médicos da América Latina

Declarações do secretário de Estado da Saúde

20 julho 2009
  |  Partilhar:

Médicos oriundos de países da América Latina vão ser contratados pelo governo para ajudar a combater a falta destes profissionais de saúde portugueses nas unidades do Algarve e Baixo Alentejo, revelou à agência Lusa Manuel Pizarro, secretário de Estado da Saúde.

 

Segundo Manuel Pizarro, este é um processo "delicado", que exige conversação entre governos e a avaliação dos médicos, uma vez que são de países extra-comunitários e os seus cursos têm que ser reconhecidos.

 

O número de médicos que serão contratados e as datas em que começarão a exercer não foram, contudo, divulgados por Manuel Pizarro, que afirmou que estas informações serão comunicadas quando todo o processo estiver concluído.

 

"Esperamos dar notícias num espaço de tempo relativamente curto", revelou o secretário de Estado, acrescentando que alguns dos médicos que virão para Portugal são de origem uruguaia, estando neste momento a Ordem dos Médicos a validar os seus cursos superiores.

 

De acordo com o governante, as zonas do país onde se verifica uma carência maior de médicos são o Algarve (sobretudo o Barlavento), o litoral alentejano, o Ribatejo e as áreas metropolitanas do Porto, Lisboa e Braga.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.