Governo passa a controlar produção dos hospitais

Cirurgias, consultas, internamentos e exames na mira do Ministério da Saúde

31 outubro 2005
  |  Partilhar:

 

O Governo vai limitar a produção dos hospitais no próximo ano para controlar o ritmo de crescimento da despesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
 

 

Um despacho assinado pelo secretário de Estado da Saúde, Francisco Ramos, citado pelo Jornal de Negócios, indica que «em 2006 pretende-se a consolidação da actividade hospitalar; nesse sentido a mesma não poderá exceder a estimada para 2005, tendo por base os nove meses de actividade já desenvolvida».
 

 

A produção de um hospital inclui o número de cirurgias realizadas, consultas externas, internamentos, exames médicos ou hospital de dia.
 

De acordo com o Jornal de Negócios, este despacho é uma forma de o Governo «pressionar as administrações dos hospitais a apresentarem estimativas realistas e aproximarem a actividade programada à efectivamente realizada».
 

 

A negociação dos contratos de todos os hospitais deverá estar concluída a 15 de Dezembro, ainda segundo o Jornal de Negócios. No despacho, o secretário de Estado revela, ainda, que «as dotações orçamentais inscritas na proposta de Orçamento de Estado para 2006 para os hospitais possam ser revistas em alta ou em baixa, conforme o resultado das negociações em sede de contrato-programa para 2006».
 

 

Fonte: Jornal de Negócios
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.