Governo corta na construção de hospitais

Ministério só edifica metade dos anunciados por antecessor

04 maio 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Dos dez novos hospitais anunciados pelo anterior governo, o actual ministro da Saúde apenas encontra justificação para cinco e vai encomendar estudos técnicos para hierarquizar as prioridades nesta área, anunciou esta semana o Ministério.
 

 

O anterior ministro da Saúde Luís Filipe Pereira tinha anunciado a construção de dez novos hospitais, uma decisão que, segundo o seu sucessor, Correia de Campos, foi tomada «sem estudo de sustentação conhecido».
 

 

Em comunicado de imprensa, o Ministério da Saúde informou terça-feira que o actual Governo «respeitou os compromissos contratuais já assumidos com Loures, Cascais, Braga, Vila Franca de Xira e o equipamento final e gestão do Centro de Medicina Física e Reabilitação de São Brás de Alportel».
 

 

No entanto, e em relação às cinco restantes propostas do governo anterior À Vila Nova de Gaia, Vila do Conde/Póvoa do Varzim, Guarda, Évora e Hospital Central do Algarve À, o Ministério da Saúde alega que «não foi possível encontrar documento técnico escalonando as respectivas prioridades de construção».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.