Governo aprova abertura de farmácias vinte e quatro horas por dias

Declarações da ministra da Saúde

06 setembro 2010
  |  Partilhar:

A possibilidade de manter abertas as farmácias 24 horas por dia, todos os dias da semana, foi aprovada pelo Governo.

 

Em declarações à agência Lusa a ministra da Saúde, Ana Jorge, explicou que o diploma permite ʺclarificar as situaçõesʺ e ʺevitar situações confusas de interpretação daquilo que é a legislação. É a prevenção de situações de conflito judicialʺ, acrescentou.

 

De acordo com a ministra da Saúde, as farmácias que optarem por estar abertas 24 horas por dia ʺnão têm direito à cobrança de taxas adicionaisʺ, ao contrário do que acontece com os estabelecimentos que funcionam por turnos.

 

ʺGostaria muito que esta questão fosse entendida como uma resposta às necessidades do cidadão e que os parceiros que têm também uma responsabilidade social muito grande, porque têm um serviço público de interesse, possam saber entender-seʺ, mencionou ainda Ana Jorge.

 

ʺAquilo que nós estamos a dar é a possibilidade de estarem abertos, não é uma imposição”, insistiu, recordando que a única coisa que cabe ao Governo é ʺgarantir que existe sempre uma farmácia aberta numa determinada área geográfica, em função do número de habitantesʺ, ou seja ʺo regime de turnosʺ.

 

O comunicado do Conselho de Ministros, com o diploma agora aprovado o Governo pretende ʺir ao encontro dos interesses dos consumidores, utentes das farmácias e dar mais um passo no sentido da promoção do acesso ao medicamento e da livre iniciativa, com inteira salvaguarda do interesse público.ʺ

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

Partilhar:
Classificações: 2Média: 4.5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.