Gengibre pode aliviar sintomas de asma

Estudo realizado pela Columbia University

22 maio 2013
  |  Partilhar:

Os componentes de gengibre purificados podem ajudar os pacientes com a asma a respirar melhor, sugere um estudo apresentado na ATS 2013 International Conference.
 

A asma é caracterizada pela broncoconstrição, um estreitamento dos brônquios que transportam o ar para dentro e fora dos pulmões. Os medicamentos broncodilatadores, conhecidos como β -agonistas, são os fármacos habitualmente mais utilizados, sendo capazes de relaxar os tecidos do músculo liso das vias aéreas.
 

“A asma tem-se tornado mais frequente nestes últimos anos, mas apesar de terem ocorrido alguns avanços no que diz respeito à sua causa e forma como se desenvolve, nos últimos 40 anos têm sido aprovados poucos tratamentos capazes de controlar os sintomas da asma” referiu, em comunicado de imprensa, a líder do estudo Elizabeth Townsend.
 

Neste sentido os investigadores da Columbia University, nos EUA, decidiram averiguar se os componentes do gengibre poderiam ajudar a aumentar os efeitos dos fármacos broncodilatadores. Para tal foram recolhidas amostras de músculo liso das vias aéreas, as quais foram expostas a um composto que causa a sua broncroconstrição. Posteriormente as amostras foram expostas a um β -agonista, o isoproterenol, conjuntamente com um dos três componentes do gengibre: o 6-gingerol, 8-gingerol o 6-shogaol.
 

O estudo apurou que os tecidos tratados com a combinação dos componentes de gengibre e com o β -agonista apresentaram um maior relaxamento, comparativamente com aqueles tratados apenas com o isoproterenol. Dos três componentes do gengibre, o 6-shogaol foi o que aumentou mais eficazmente os efeitos do β -agonista.
 

Os investigadores verificaram ainda que os componentes do gengibre inibiam a produção de uma proteína que afeta o relaxamento do músculo liso das vias aéreas.
 

"Os resultados deste estudo demonstraram que os compostos do gengibre atuam em sinergia com o β-agonista no relaxamento do tecido das vias aéreas, indicando que estes compostos podem proporcionar um alívio dos sintomas da asma, quando utilizados conjuntamente com os β–agonista. Através do conhecimento dos mecanismos através dos quais estes compostos afetam as vias aéreas, podemos explorar a utilização desta raiz no alívio dos sintomas da asma", conclui Elizabeth Townsend.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.