Genética: Governo sueco diz sim à clonagem humana com fins terapêuticos
30 janeiro 2002
  |  Partilhar:

 

O governo sueco é favorável à clonagem de embriões humanos no primeiro estádio de desenvolvimento para fins terapêuticos e prepara-se para modificar a legislação de forma a autorizar esta prática.
 

 

Num artigo publicado hoje pelo diário Dagens Nyheter, o ministro dos Assuntos Sociais, Lars Engqvist, e o titular da pasta da Educação e Investigação, Thomas Oestros, dizem aprovar o desenvolvimento de novas linhagens de cultura de células estaminais no país para investigação médica.
 

 

Os dois ministros insistem, contudo, na necessidade de respeitar normas éticas na transplantação nuclear para produzir estas células mãe, que se caracterizam por se poderem desenvolver em qualquer tipo de tecido humano.
 

 

Engqvist e Oestros pronunciaram-se a favor de uma clarificação e de uma maior abertura em relação à lei actualmente em vigor, considerando, no entanto, que a legislação deve também sublinhar sem ambiguidades que a clonagem humana com fins reprodutivos é completamente proibida.
 

 

A Suécia é actualmente o país mais avançado a nível mundial na investigação sobre células estaminais, segundo o Conselho nacional de Investigação.
 

 

A clonagem humana implica que os investigadores substituam o núcleo de um ovócito pelo núcleo de uma outra célula adulta.
 

 

O ovócito, dotado de um novo património genético, é em seguida estimulado de forma a provocar a sua divisão celular.
 

 

Quando a clonagem é realizada com fins terapêuticos, o blastócito (conjunto de células embrionárias) que daí resulta é destruído durante a primeira semana de desenvolvimento para lhe serem retiradas as células mãe.
 

 

No caso da clonagem reprodutiva, o blastócito seria colocado no útero de uma mulher para que se desenvolvesse um feto.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.