Genes do pai poderão determinar duração da gravidez

Indica estudo publicado no British Medical Journal

03 março 2003
  |  Partilhar:

Os genes do pai poderão desempenhar um papel determinante na duração da gravidez, indicam as conclusões de um estudo baseado na observação de mulheres com filhos de pais diferentes publicado quinta-feira no British Medical Journal.
 

 

Os trabalhos permitiram demonstrar que nos casos de mulheres que tinham tido filhos de homens diferentes era frequente a duração da gravidez ser também diferente de uns pais para outros.
 

 

Os cientistas consideravam até agora que essas diferenças de duração estavam relacionadas com complicações na mãe ou no filho, excluindo que os genes do pai pudessem ter alguma influência nessa situação.
 

 

Uma equipa de investigadores da Universidade de Aarhus, Dinamarca, analisou mulheres que tinham tido dois ou mais filhos entre 1980 e 1992.
 

 

Como demonstraram os peritos, caso o primeiro e o segundo filho fossem de pais diferentes, existia 15,4 por cento de possibilidade da gravidez se estender por mais tempo que o normal (42 semanas).
 

 

Assim, a duração da gravidez variava em mais de uma semana dependendo do facto das mulheres terem mudado de parceiro.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.