Genéricos têm qualidade

Estudo analisou analisou 128 medicamentos

24 setembro 2003
  |  Partilhar:

Os medicamentos genéricos têm a mesma qualidade dos fármacos de marca. A conclusão consta de um estudo realizado pela Associação Nacional de Farmácias (ANF), ontem divulgado. Um argumento de peso que promete fazer frente à oposição dos muitos médicos contrários à prescrição de genéricos, alegando a falta de qualidade.
 

 

O Laboratório de Estudos Farmacêuticos (LEF) da ANF analisou 128 medicamentos, entre formas sólidas, líquidas e pastosas, incluindo 41 substâncias activas, distribuídas por dez grupos terapêuticos. De acordo com os resultados da investigação, 97 por cento dos 128 lotes analisados satisfazem «todas as especificações de Qualidade Farmacêutica in vitro estabelecidas para os vários ensaios realizados». Ainda segundo o relatório, apenas três dos lotes analisados apresentavam características de dissolução «marginalmente aceitáveis» relativamente às especificações adoptadas.
 

 

O documento do LEF sublinha, no entanto, «que nenhuma das quatro situações em que um dos parâmetros da análise se revelou "marginalmente aceite" pode ter pode ter como significado um veredicto negativo sobre a qualidade do medicamento, devendo antes ser interpretado como uma chamada de atenção motivada por uma constatação num lote específico».
 

 

Fonte: Lusa e Jornal de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.