Gene pode aumentar a produção de hormona que retarda o envelhecimento

Estudo efectuado em ratinhos

31 outubro 2005
  |  Partilhar:

 

Cientistas da Universidade do Texas (EUA) anunciaram a descoberta de um gene capaz de aumentar em cerca de 30% a vida dos ratos, revela a revista “Science”.
 

 

O gene pode aumentar a produção de uma hormona que retarda o envelhecimento, segundo o trabalho. Assim, aumentando a produção dessa hormona nos ratos, que vivem no máximo dois anos, os cientistas conseguiram prolongar a vida dos animais até aos três anos. No entanto, o tempo de vida aumentado foi maior nos ratos machos do que nas fêmeas.
 

 

Embora o ser humano produza essa hormona, o estudo alega que aumentar a produção da mesma não vai aumentar a vida. Contudo, pode tornar a velhice mais saudável, já que combate o desgaste das células, fortalecendo a musculatura, além de reduzir a incidência de osteoporose, Alzheimer e doenças cardíacas.
 

 

Deste modo, os especialistas em geriatria já planeiam a aplicação prática da descoberta no futuro, com o objectivo de combater as doenças provocadas pelo envelhecimento.
 

 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.