Gene explica o maior risco de Lúpus nas mulheres

Estudo publicado no “Proceedings of the National Academy of Sciences”

12 abril 2009
  |  Partilhar:

Um gene localizado no cromossoma X parece estar relacionado com o desenvolvimento do Lúpus e poderá explicar a razão de as mulheres terem um maior risco de desenvolver esta doença do que os homens, sugere um estudo publicado no “Proccedings of the National Academy of Sciences”.

 

O Lúpus é uma doença que causa uma variedade de problemas, como dores musculares, fadiga extrema, inflamação dos joelhos, problemas de pele e do sistema nervoso central.

 

Estudos anteriores já tinham demonstrado que as mulheres têm um risco dez vezes maior de desenvolver esta doença, risco este que os investigadores tinham associado às diferenças hormonais entre os dois sexos.

 

No entanto, os investigadores da University of Texas Southwestern Medical Center, nos EUA, verificaram que o gene IRAK se encontra no cromossoma X, o que poderá explicar a maior susceptibilidade à doença apresentada pelas mulheres.

 

Por outro lado, os cientistas também descobriram que este gene poderia ser a chave para o tratamento desta doença. Após terem realizado testes em ratinhos que não expressavam este gene, os investigadores verificaram que estes não desenvolviam os sintomas da doença, como problemas renais, produção de auto-anticorpos e activação de leucócitos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.