Gene estudado em peixes pode estar relacionado com a Leucemia humana

Estudo coordenado por cientista português

07 março 2008
  |  Partilhar:

Um gene que controla a proliferação celular do olho dos vertebrados poderá ter a mesma função nas células sanguíneas, o que sugere novas terapias para a Leucemia humana, segundo um estudo coordenado por um cientista português e que vem publicado na última edição da revista bimensal “Development”.
 

 

O gene estudado neste trabalho, que utiliza como modelo o peixe-zebra, é o "meis1", o mesmo que em humanos parece estar envolvido em certos tipos de tumores, como as leucemias.
 

 

A formação das células do olho no peixe-zebra resulta da proliferação de células inicialmente indistintas que se vão diferenciando, num processo controlado pelo gene "meis1". "Quando o "meis1" é removido através de manipulação genética, essas células do olho proliferam menos e o olho resultante fica muito reduzido", explicou à Lusa o coordenador do estudo, Fernando Casares, investigador do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), da Universidade do Porto.
 

 

Curiosamente, o "meis1" intervém nas fases iniciais do desenvolvimento normal do sangue e, tal como acontece com o olho, a sua expressão é reprimida para permitir que as precursoras das células do sangue se diferenciem. Contudo, sublinhou o cientista, se o "meis1" continuar "ligado", as células do sangue continuam a proliferar e tornam-se incapazes de desempenhar as suas funções normais.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.