Gene e proteína regeneram neurónios

Molécula minúscula crucial para determinar tamanho do cérebro

13 abril 2005
  |  Partilhar:

 

 

Uma molécula minúscula desempenha um papel chave para determinar o tamanho e a forma do cérebro em desenvolvimento, o que poderá permitir regenerar células cerebrais destruídas por doença ou idade, indica um novo estudo.
 

 

Segundo Elly Nevidi, um dos autores da descoberta, o gene CPG15 e a sua proteína de crescimento poderiam ser utilizadas em terapias de regeneração de tecidos cerebrais destruídos ou danificados.
 

 

Tendo em conta que as células estaminais regeneram neurónios (células nervosas) só nalgumas regiões do cérebro adulto, os cientistas pensam que a falta destas células estaminais explicaria problemas de memória e outras perturbações cerebrais.
 

 

Elly Nedivi e os seus colegas Fred e Carol Middleton, professores do MIT (Instituto de Tecnologia do Massachusetts) de Cambridge, descobriram que o CPG15 e muitos outros genes de plasticidade são essenciais à sobrevivência das células estaminais neuronais nas primeiras fases de desenvolvimento do cérebro.
 

 

Os investigadores isolaram uma forma de CPG15 que protege os neurónios do córtex (sede das funções cognitivas e das sensações) contra a apoptose, o processo activo pré-programado de autodestruição celular.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.