Gel para pé diabético aumenta risco de mortalidade por cancro

INFARMED acompanha revisão do estudo

11 junho 2008
  |  Partilhar:

A agência norte-americana que regula os medicamentos, a Food and Drugs Administration (FDA), alerta que a becaplermina, um gel utilizado na cicatrização de feridas em diabéticos, aumenta a mortalidade por cancro.
 

 

O alerta da FDA surge depois de ter recebido, em Março passado, os dados de um estudo, o qual sugeria que os diabéticos que aplicavam este gel tinham maior incidência de cancro. A monitorização do fármaco continuou após a sua aprovação comercial.
 

 

Depois de rever os resultados do estudo, a FDA concluiu esta semana que a probabilidade de morrer por doenças oncológicas é cinco vezes maior para doentes que tenham usado três ou mais tubos de becaplermina, quando comparado com outros que não tinham usado o gel.
 

 

No entanto, não foi verificado um aumento de casos de cancro no grupo mais geral de doentes ou nos que tinham utilizado o fármaco em quantidades menores, mas a agência salienta que o estudo foi demasiado curto para detectar novos casos.
 

 

Segundo a agência Lusa, o INFARMED, a Autoridade Nacional do Medicamento, informou esta semana estar a acompanhar a revisão do estudo feita nos EUA para apurar se os riscos são superiores aos benefícios.
 

 

Fontes: Lusa e Diário de Notícias
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.