Gel anti-HIV vai ser testado em humanos

Preservativos invisíveis poderão evitar milhões de infectados

24 março 2004
  |  Partilhar:

Cientistas britânicos vão organizar testes em humanos em larga escala, de dois novos géis, criados para evitar que homens e mulheres sejam infectados com o vírus da sida. Os géis, ou microbicidas, actuam como preservativos invisíveis e vão permitir às mulheres, que representam metade dos infectados em todo o mundo, proteger-se, se os seus parceiros se recusarem a usar preservativo - um caso comum nos países em desenvolvimento. Os especialistas acreditam que mesmo um microbicida parcialmente eficaz poderia evitar dois milhões e meio de mortes em três anos. «Precisamos desesperadamente de novos métodos para prevenir a transmissão do HIV, na iminência crescente de uma infecção global», realçou Jonathan Weber, do Imperial College London, que participa no projecto. Estão a ser desenvolvidos 60 microbicidas em todo o mundo e 14 deles já estão na fase de teste clínico. Dois produtos britânicos vão ser agora testados em humanos. Cerca de 12 mil mulheres serão envolvidas nos testes que serão realizados em África, o continente mais afectado pela doença. Só em 2007 haverá resultados e se foram positivos os produtos podem chegar ao mercado antes do final da década. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.