Gatos podem facilitar adaptação do vírus da Gripe das Aves aos humanos

Estudo publicado na New Scientist

26 janeiro 2007
  |  Partilhar:

Os gatos podem estar a facilitar a adaptação do vírus H5N1 da Gripe das Aves ao corpo humano, responsável pela morte de 163 pessoas, revela esta semana a revista britânica New Scientist.
 

 

O estudo elaborado pelo cientista Chairul Anwar Nidom, na Universidade Airlangga de Surayaba na Indonésia, mostrou que uma grande percentagem de gatos, que teve contacto com aves infectadas, era portadora de anticorpos contra o vírus. "Talvez no caso do H5N1, o hospedeiro intermédio seja o gato", assinalou Albert Osterhaus, professor da Universidade Erasmus de Roterdão, na Holanda, que em 2004 descobriu que os gatos podem ser infectados com essa estirpe.
 

 

O professor Nidom indicou ainda que um em cada cinco gatos de várias zonas da Indonésia tinha sido infectado e sobrevivido. O facto de o vírus sobreviver nestes animais, aumenta a probabilidade dele se adaptar e viver no organismo de outros mamíferos.
 

Ainda esta semana, a Comissão Europeia (CE) anunciou ter sido encontrada uma estirpe com " elevada patogenicidade " do vírus da Gripe das Aves numa criação de gansos do sul da Hungria.
 

 

Trata-se, refere a CE, do primeiro caso assinalado na UE desde Agosto de 2006. As análises realizadas pelo laboratório nacional húngaro confirmaram a presença de um vírus H5 com " elevada patogenicidade " da Gripe das Aves. No entanto, as amostras vão ser enviadas para o laboratório de referência da UE, em Weybridge, Reino Unido, para determinar se se trata do vírus H5N1.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.